A importância de poder contar com a marca PYROSTAR™ em pesquisas com medicamentos

29th January 2015

marca PYROSTAR™ em pesquisas com medicamentos A marca PYROSTAR™ da empresa Wako é especializada em reagentes para a detecção de endotoxinas bacterianas. As endotoxinas bacterianas, que provêm da parede celular das bactérias gram-negativas são uma das principais e mais perigosas fontes de contaminação dos medicamentos.

O que se conhece como endotoxinas bacterianas são os lipopolissacarídeos (LPS) que formam parte da membrana externa das bactérias gram-negativas. Estes lipopolissacarídeos têm um efeito tóxico em mamíferos, produzindo episódios de febre e choque séptico que podem levar à norte. Por isso, a indústria farmacêutica precisa de métodos para o controle das endotoxinas nos produtos finais e todos os reagentes e instrumentos utilizados na produção de medicamentos que não contenham endotoxinas em níveis perigosos. Além disso, as pesquisas com medicamentos requerem que este controle seja feito em seus produtos antes de serem feitos os ensaios clínicos e pré-clínicos. Como o método LAL é o recomendado pelas autoridades farmacêuticas para determinar as endotoxinas, este método também é o utilizado pelos pesquisadores. Com a finalidade de fornecer reagentes e equipamentos para fazer o ensaio de LAL, tanto para as pesquisas com medicamentos, como para outros ramos farmacêuticos, a Wako lançou a marca PYROSTAR™.

VER TAMBÉM: A necessidade de testes LAL para a deteção de endotoxinas

Um dos aparelhos mais importantes da marca PYROSTAR™ é o Toxinometer® (Toxinômetro), instrumento fotométrico projetado especialmente para medir a mudança na turvação que se produz ao misturar uma mostra suscetível de conter endotoxinas, ao ser misturada com os reagentes do ensaio de Limulus. O nome do teste “Limulus”, é dado porque este ensaio é realizado com um lisado de amebócitos da hemolinfa do caranguejo Limulus Polyphemus, que é conhecido como ensaio de Limulus ou ensaio de LAL, por sua sigla em inglês, Limulus amebocyte lysate.

Entre os produtos da marca PYROSTAR™ estão os testes que medem a presença de endotoxina pelos diferentes métodos de detecção que foram desenvolvidos com o passar dos anos. Os testes para determinar as endotoxinas são os descritos a seguir:

  • Limulus color KY serie: Neste caso, a detecção de endotoxinas é realizada através do método colorimétrico.
  • Teste de Limulus PS é outro dos reagentes da marca PYROSTAR™ é consiste de um teste único de endotoxinas, onde as endotoxinas são absorvidas por uma resina chamada Pyrosep™ feita para esta finalidade, e depois são medidas utilizando-se o Toxinômetro de Wako. A importância deste teste é que a amostra pode ser dissolvida em solventes orgânicos para ser absorbida na resina, para que possa ser utilizada em amostras não solúveis em água como podem ser as vitaminas lipossolúveis.
  • Pyrostar™ ES-F Único Teste Vial igual ao caso anterior é um teste em que se pode realizar um único ensaio de determinação de endotoxinas, mas também se pode adquirir o produto com 100 testes (Kit de 100 PYROSTAR™ ES-F), que se pode adquirir incluindo ou não a endotoxina padrão, ou em frasco que contém os reagentes necessários para realizar 4 ensaios. Com estes testes a detecção pode ser realizada por gelificação (ou formação de gel) que sería uma medição qualitativa ou quantitativa através do método turbidimétrico.

A estes testes de Limulus é adicionado curdlan carboximetilado para eliminar a interferência que os β-1,3-glucanos produzem no ensaio. Os compostos do tipo β-1,3-glucano, também formam parte da parede celular das bactérias, e são capazes de ativar outra cascata de reações diferentes das que os lipopolissacarídeos ativam, mas fazem com que se precipitem proteínas que formam um gel indistinguível do gel característico do ensaio de LAL.

O Curdlan é um β-1,3-glucano adicionado em excesso faz com que outros glucanos, que podem ser encontrados nas amostras, não interfiram nas medições. Para adicionar o curdlan carboximetilado aos reagentes do ensaio de LAL, em principio se misturava como um buffer, mas depois, já se fazia a liofilização junto com o restante dos reagentes. Portanto, por exemplo, ao se reconstituir o reagente contido nos frascos PYROSTAR™ ES-F com a água para o teste de lisado (LAL Reagent Water) já se obtém um reagente para o teste de LAL específico para as endotoxinas.

Outros reagentes que estão no catálogo da marca PYROSTAR™, úteis para a detecção de endotoxinas nas pesquisas com medicamentos, são:

  • Controle Padrão de Endotoxin (Control Standard Endotoxin) que contém 500ng de endotoxina liofilizada purificada da cepa de E. Coli UKT-B sy que serve como padrão para os testes de endotoxina.

OUTROS PRODUTOS DA MARCA PYROSTAR™

Kit de 4 PYROSTAR™ ES-F (2,0 mL) com o Controle Padrão de Endotoxina (CPE) Kit de 100 PYROSTAR™ ES-F ( 5,2 mL) sem (CPE)
Kit de 4 PYROSTAR™ ES-F (2,0 mL) com (CPE) Kit de 100 PYROSTAR™ ES-F (5,2 mL) sem (CPE)

Lisa
Por: Lisa Komski Em: Wako Notícias