x

Este website utiliza cookies. Ao utilizar este website, você está aceitando nossa Política de Privacidade.

Reagentes LAL para uso em pesquisas

29th April 2015

Reagentes LAL para uso em pesquisasO ensaio de LAL (lisado de amebócitos de Limulus) é feito na indústria para a detecção de endotoxinas bacterianas e de pirogênios em geral. Apesar de não ser usado somente em nível industrial; nos laboratórios de pesquisa também se faz necessário usar o ensaio de LAL quando se necessita saber se uma amostra contém endotoxinas bacterianas. Nesses casos é importante contar com reagentes que possam ser utilizados em diferentes meios e que se adaptem às condições do experimento que o pesquisador precise fazer. Com esta finalidade, a empresa Wako desenvolveu uma linha chamada PYROSTAR™ com kits de reagentes e todos os acessórios necessários para realizar o ensaio de LAL.

VER TAMBÉM: A determinação de endotoxinas bacterianas: Como evitar a contaminação das amostras durante a manipulação?

A marca PYROSTAR™ inclui endotoxina padrão de controle apresentada em frascos que contêm 500 ng cada um de endotoxina procedente de uma cepa de E. Coli, com uma potência definida de 10000 unidades. Esta endotoxina, uma vez reconstituída, pode ser conservada em temperatura fria durante um mês. A endotoxina padrão pode ser usada para validar a sensibilidade dos reagentes LAL, assim como os métodos de detecção que serão usados em cada ensaio. Além disso, a endotoxina padrão de controle é importante na preparação de controles de inibição.

Os kits de reagentes da Wako permitem a determinação de endotoxina pelos diferentes métodos analíticos usados na fase de detecção deste ensaio:

  • Caso seja realizado o ensaio por detecção através do método cinético colorimétrico o teste de Wako para este fim é chamado Teste Limulus Color KY, que permite a determinação quantitativa de endotoxinas.
  • Para usar o método de gel-clot, como método de detecção das endotoxinas há o Teste Limulus ES-II da Wako, neste caso, a aparição do gel pode quantificar a quantidade de pirogênios presentes pelo método turbidimétrico.
  • No caso de se utilizar o Teste Limulus ES-2 ou o PYROSTAR™ ES-F/Plate Reagent, a detecção de endotoxinas acontece mediante o método cinético turbidimétrico.

Estes kits de reagentes são vendidos em diferentes formatos: com 4 frascos monodose ou com 100 frascos monodose, frascos multiteste para uso em microplacas e para fazer análises de várias amostras de uma só vez, ou frascos para somente um ensaio, onde se realiza o procedimento no mesmo tubo onde vem a mistura de reagentes. Todos eles incluem o curdlan carboximetilado que se adiciona à mistura de reagentes para eliminar a interferência do β-1,3-glucano. O β-1,3-glucano é uma substância que também provoca o início da cascata de reações que ocorre na hemolinfa do caranguejo ferradura quando há endotoxinas e que possibilita a realização do ensaio de LAL.

Além disso, a Wako oferece aos pesquisadores água livre de endotoxinas, pipetas livres de endotoxinas, assim como tubos de diluição. Todo este material é necessário para fazer o ensaio LAL de maneira confiável, pois as endotoxinas podem estar contaminando qualquer material de laboratório reutilizável, por isso não é recomendável o uso de vidraria, tubos, nem pipetas que não estejam certificadas como livres de endotoxina.

Um acessório importante que complementa estes kits de reagentes e faz parte do material de laboratório da linha PYROSTAR™ é o Toxinometer® ET-6000, que é um sistema computadorizado de leitura dos tubos do ensaio de LAL. O Toxinometer® ET-6000 pode ser utilizado com três métodos de detecção: o método de gel-clot, o ensaio turbidimétrico cinético e o método cinético cromogênico, podendo oferecer os resultados de um mesmo tubo de reação pelo método gel-clot e pelo método turbidimétrico cinético. As vantagens que o uso do Toxinometer® oferece é um risco menor de contaminação em comparação com as microplacas, a facilidade de gestão do software pelo técnico encarregado da análise e que se pode usar tanto para reagentes de uso único, como para os de múltiplos usos. O Toxinometer®, além disso, tem a possibilidade de começar um novo ensaio enquanto outro está acontecendo e de arquivar as curvas padrão.

Bibliografia:

1. McCullough, K. Z., Pharm. Techno., 12, 5, 1988.

2. Cohen, J., and J. S. McConnell., J. Infect. Dis., 150, 916-924, 1984.

3. Thompson, M. et al., Pure Appl. Chem., 74, 5, 835-855, 2002.

LINHA DE PRODUTO DE LAL:

Ragentes LAL Acessorios LAL
Ragentes LAL Acessorios LAL

Lisa
Por: Lisa Komski Em: Kit LAL